Dicas de decoração

Aprenda a usar vidros na decoração

Decoração com vidros

A gente não percebe, mas algumas garrafas de vidro são verdadeiras obras de arte. Possuem relevos, linhas e formas delicadas e sua transparência agrada ao olhar. Mesmo assim, vão para o lixo tão logo o líquido que contenham seja consumido (se for consciente, você ao menos as enviará para a reciclagem).

Qualquer recipiente de vidro, na verdade, desses que compramos aos montes na mercearia mais próxima (garrafas de vinho, potes de conserva, copos de requeijão etc.), possuem um potencial decorativo incrível. E não se exige grande aparato nem avançados conhecimentos em artesanato para fazer arranjos bacanas com eles.

Usar um pouco de criatividade é o que basta — e dispor de algumas garrafinhas de vidro. Se você é do tipo que consome muitos produtos feitos desse material (aprecia um bom vinho, por exemplo) ou tem o hábito de guardar os recipientes que usa, não vai ter muita dificuldade com a matéria-prima.

Se não, talvez uma ronda pelo prédio seja suficiente para adquirir o necessário e começar a aderir ao uso de vidro na decoração. Sem ideias? Não se preocupe, pois vamos apresentar algumas maneiras de utilizar esse recurso simples e barato para deixar o seu apê ainda mais bonito. Confira:

Vidros e velas: combinação perfeita

Talvez o uso decorativo mais bacana que se possa dar ao vidro é na forma de castiçal.

O arranjo é perfeito para enfeitar a mesa de jantar durante uma ocasião especial (festas de final de ano, por exemplo), um romântico jantar a dois ou para manter o aparador sempre estiloso.

Via de regra, o truque consiste em posicionar pequenas velas decorativas no interior do recipiente vitrificado. Nesse caso, o efeito fica melhor se o vidro for desprovido de cor, do tipo que se vê com mais frequência por aí.

Se quisermos dar um toque de maior requinte ao conjunto, podemos utilizar copos para esse fim. Os de drinques são especialmente indicados. Melhor ainda: experimente utilizar taças de vinho ou de champanhe.

Inclusive, sugerimos o seguinte uso: pegue uma taça grande e coloque dentro algumas rolhas de cortiça e posicione a vela sobre elas. Uma variação interessante é encher a taça de rolhas, virá-la de cabeça (melhor dizendo, bojo) para baixo e posicionar a vela sobre a base da haste. Fica belíssimo!

Vidros e plantas: combinação delicada

Fã de plantas em apartamentos, não se aflija, pois as simpáticas verdinhas não ficam de fora dessa mania decorativa. Pelo contrário: assim como as velas, os arranjos de flores são ótimas desculpas para o reúso de recipientes de vidro.

Entre as possibilidades, está o emprego puro e simples de garrafas de todo tipo como vasos de plantas. Basta adicionar um pouco de água e acomodar aquelas mudas que você recolheu de algum lugar e que, lamentavelmente, terão pouco tempo de vida — logo murcharão e serão substituídas por outras.

Nesse meio-tempo, que possam viver com toda a dignidade e beleza em um singelo vaso.

Não é necessário, porém, assaltar canteiros alheios para garantir uma decoração baseada em vidro e plantas. Nem ter de se despedir da plantinha ao cabo de alguns dias. Caso seja entusiasta das famosas suculentas, vale descolar alguns potes de geleia, de feitio redondo, e criar simpáticos terrários para elas.

Não tem segredo: preencha o fundo do pote com terra, cubra com pedrinhas e plante a sua muda. Depois, é só achar um local destacado para exibir a sua arte botânica.

Vidros e lâmpadas: combinação iluminada

Essa dica é boa para ser usada no período festivo do final de ano e oferece uma solução para o amontoado de garrafas de vinho que você “entornou” e deixou acumular no fundo da estante.

Sabe aquelas luzinhas de pisca-pisca usadas na árvore de Natal? Pois bem: a ideia é amontoá-las no interior da garrafa e criar uma luminária bem festiva para usar no aparador, sobre a mesa ou onde mais você desejar.

Para melhor efeito, utilize garrafas de formatos e tamanhos ligeiramente diferentes e aplique, dentro delas, luzes de Natal de cores diversas. Prefira as de LED, que não esquentam.

Um detalhe: para criar esse enfeite é necessária alguma mão de obra. Se você curte soluções no estilo “faça você mesmo” provavelmente vai se animar com a empreitada, mas será necessário dispor de algumas ferramentas, como uma furadeira dotada de broca de diamante (para fazer um furo na base da garrafa, através do qual passará o plugue), óculos de proteção, removedor de adesivos e lixa (aqui há um bom tutorial para seguir).

O resultado, porém, compensa o esforço.

Ainda na linha das garrafas e dos piscas, pode-se personalizar um pouco mais a luminária acrescentando retalhos de tecido coloridos enrolados ao longo do fio. É uma ideia interessante se você tiver um ou dois garrafões de vidro à disposição.

Uma variação superelaborada do arranjo pede algumas bolas de gude. Cole-as na superfície da garrafa que sua luminária ficará ainda mais brilhante.

Outras combinações com vidro

Não há limite para o que se pode fazer com garrafas de vidro na decoração. Se der uma olhada no Pinterest, para citar apenas um manancial de ideias, verá que tem muita coisa engenhosa sendo feita nesse campo. E muita coisa que você pode replicar sem dificuldades aí no seu apê.

Um exemplo são os vidrinhos que usamos para guardar temperos. Nem é o caso de atribuir-lhes nova função, apenas de comprar uns condimentos bem coloridos e deixar a coleção de recipientes à mostra, tornando a cozinha ainda mais bonita.

Ou, então, juntar algumas conchinhas na próxima vez que estiver na praia e criar um arranjo utilizando potes de conserva. Essa alternativa vai apelar aos seus dons artesanais: encape a tampa do pote com um quadrado de tecido (o etamine, bastante usado em bordado, é uma boa pedida) e amarre com uma corda de palha.

Pronto: agora só precisa achar um local para exibir sua decoração (pode ser a sala, a cozinha ou mesmo o quarto).

E tantas coisas mais que você queira fazer. Ao começar a brincar com vidro na decoração, a tendência é que não queira parar! Uma ideia puxa a outra e haja garrafa para tanta criatividade! Além de passar umas horas realizando uma atividade prazerosa, pesquisando e conhecendo mais sobre o assunto, você tem a possibilidade de renovar a decoração de sua casa sem gastar quase nada com isso. Vale muito a pena.

Falando em pesquisa, esta dica tem tudo a ver com o post de hoje: que tal descobrir sete aplicativos para ajudar a decorar o seu apê? Já que você não larga o smartphone, está na hora de colocá-lo para trabalhar. Baixe os apps que mais gostar e aproveite!