Parques Urbanos

Parque Burle Marx: Um parque para quem mora na região do Morumbi.

Ir ao parque é um bom hábito para quem vive em grandes cidades como São Paulo. O contato frequente com a natureza aumenta a sensação de bem-estar e traz benefícios a saúde. Para quem mora no Bairro do Morumbi, o Parque Burle Marx é uma boa opção.

Lá você encontra trilha na mata fechada (com vegetação da Mata Atlântica), noventa espécies de animais silvestres, um gramado delicioso e um jardim do renomado paisagista e arquiteto Roberto Burle Marx.

São 138 mil m² de verde.

O Jardim Burle Marx é patrimônio histórico e cultural. O gramado é xadrez, tem espelho d’água, fontes e palmeiras imperiais; uma obra de arte ao ar livre.

As trilhas têm diferentes níveis. “A – dos lagos” é para iniciantes. Tem 350 m e é plana. A trilha “B – da nascente” tem 850 m e uma leve subidinha. Já a “C – dos macacos” possui 1.050 m e é aconselhada para pessoas com mais preparo físico. O clima é de mata fechada: úmido e de temperatura amena. Existe um atalho entre a trilha A e a B que dá acesso a nascente do lago, vale conhecer.

O Gramado Central é delicioso e tem cerca de 10 mil m². É só deitar e largar o estresse do dia na grama fresquinha.

No lago tem tartarugas, peixes e um casal de cisne negro. Para alimentá-los, você pode comprar a ração que vende no parque. A Casa de Taipa e Pilão é uma herança portuguesa do século XIX – uma construção a base de argila e cascalho, que foi usada pelo ciclo bandeirista. Tem também um bosque com aproximadamente 30 jabuticabeiras, algumas com 200 anos de vida. Elas são grandes e dão jabuticabas enormes. É um ótimo lugar para encontrar animais filando uma frutinha.

Quem quiser fazer um lanche pode usar a área de piquenique. É lá que fica o Food Park, que funciona todos os finais de semana, inclusive feriado, das 10h às 18h. Os food trucks vendem comida salgada e doce: hambúrguer, hot-dog, açaí, suco natural e temaki. O preço varia de R$ 15 a R$ 30.

Reformado em 1991, o projeto do Parque Burle Marx é da paisagista Rosa Kliass, mas o próprio Burle Marx participou da reforma do jardim. A obra original é da década de 50. Antes da criação do parque existia a Chácara Tangará, uma propriedade do empresário Baby Pignatari da família Matarazzo. O icônico arquiteto Oscar Niemeyer chegou a iniciar a construção de uma casa na chácara. A obra não foi concluída, mas o projeto foi reformulado e dará lugar a um hotel que deve ser inaugurado em 2017.

Perfeito para um passeio com a família e amigos né?

Endereço: Av. Dona Helena Pereira de Moraes, 200, São Paulo – SP.

Estacionamento: seg. a sex R$ 6, final de semana e feriados R$ 15 (o valor vai para a manutenção do parque).

Telefone: (11) 3746-7631 ou (11) 3776-7497

Funciona todos os dias das 7h às 19h http://parqueburlemarx.com.br/

O parque é municipal, mas a gestão é feita pela Fundação Aron Birmann.